Suspeita de esfaquear homem em encontro de aplicativo é presa

Roberto Del Cima, de 69 anos, está internado no Hospital Barra D'Or, na Zona Oeste da cidade. Mulher indicada como uma das autoras do crime usava nome falso na internet.

0
33

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira (1) os dois suspeitos de esfaquear um empresário na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, na madrugada de terça-feira (30) . A prisão ocorreu em Juiz de Fora, em Minas Gerais.

A vítima, Roberto Del Cima, de 69 anos, tinha marcado encontro com uma mulher que conheceu no aplicativo Tinder, a princípio identificada apenas como Vivian. No entanto, durante as investigações, os policiais descobriram que Vivian era um nome falso usado no aplicativo.

O nome verdadeiro da mulher é Sergiara de Oliveira Ribeiro, de 24 anos. Já o homem apontado como comparsa dela foi identificado como Victor Hugo Dias Almeida, de 26 anos. Ambos foram encontrados no bairro Milho Branco, em Juiz de Fora.

Segundo informações da polícia, a dupla foi presa por agentes com o mesmo veículo utilizado no crime, que ainda com vestígios de sangue, e os pertences que foram levados da vítima. No veículo também estava uma peruca que teria sido utilizada por Sergiara no encontro.

“A gente começou as diligências logo na madrugada. Trocamos informações com as polícias Civil e Militar de Minas Gerais, e também ouvimos depoimento da vítima. O comparsa dela, Vitor, entrou na casa na mala do carro e os dois esfaquearam a vítima”, afirmou  a delegada Isabelle Ponti, da 16ª DP (Barra da Tijuca).

O crime ocorreu no Condomínio Santa Mônica. A empregada doméstica que trabalha na casa do empresário contou à polícia que Vivian entrou às 22h no imóvel para jantar com Roberto e, depois, os dois foram para o quarto. Três horas e meia depois, a doméstica ouviu o homem gritar por socorro. A dupla levou joias relógios e um notebook da vítima.

Deixe aqui sua opinião sobre essa reportagem :

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui