Metade dos senadores saiu de seus mandatos

0
67

Dos 81 senadores eleitos nas eleições de 2010 e 2014, 41 deles precisaram deixar seu cargo em algum momento da legislatura. Deles, cinco renunciaram, três morreram, dois foram cassados e outros 25 chegaram a se manifestar.

O motivo para o afastamento da maioria deles foi a nomeação para cargos políticos no Executivo, como um ministério ou secretaria. Neste ano, o eleitor votará duas vezes para senador. Como o mandato é de 8 anos, 2/3 da casa serão renovados nestas eleições.

Outra justificativa para o afastamento foi a licença para tratamento de saúde e assuntos pessoais e a licença em período de campanha eleitoral.

Dos senadores que renunciaram o cargo estão: Rodrigo Rollemberg (PSB), Pedro Taques (PSDB), Wellington Dias (PT), Marcelo Crivella (PRB). Em dezembro de 20214, o senador Vital Rêgo (PMDB-PB) também renunciou o cargo.

Deixe aqui sua opinião sobre essa reportagem :

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui