O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva está envolvido em mais um escândalo: é processado por tráfico de influência em transações comerciais internacionais. Segundo a publicação, Lula havia utilizado seu poder para agenciar contratos da construtora Odebrecht em vários países incluindo a República Dominicana entre os anos de 2011 e 2014.

Segundo informações, Lula usava sua influência para garantir negócios da construtora com representantes de governos estrangeiros em diversas obras públicas como, portos, aeroportos, entre outros. O processo faz investigação de supostas vantagens econômicas ganhadas diretamente ou indiretamente por parte da Odebrecht pelo ex-presidente entre os anos de 2011 e 2014 para influir em atos de agentes públicos em especial com os governos da República Dominicana e Cuba.

Segundo a publicação, o Bando de Desenvolvimento Social BNDES, havia financiado mais de 4 milhões de dólares em obras da Odebrecht em países como Gana, República Dominicana, Venezuela e Cuba durante os governos de Lula e Dilma Rousseff.

“Provavelmente existiam distintas modalidades, uma por um lado de ajudar e a própria construção da obra, outro lado de endividar os países através deste financiamento…. Na República Dominicana parecia ser um endividamento ilegítimo porque a dívida do país havia servido para financiar a corrupção e o enriquecimento sem causa”, afirma Carlos Pimentel.

Em um dos casos, se encontra o financiamento de mais de 1600 milhões de dólares destinados à Odebrecht depois que Lula, como ex-presidente, se encontrara com os presidentes de Gana e República Dominicana.

A empresa teria patrocinado as viagens de Lula para Venezuela, Gana, Cuba e República Dominicana, países que depois teriam contratado obras da construtora.

Por conta destes acordos, várias licitações dos países eram prejudicas. A Odebrecht, misteriosamente, sempre ganhava, mesmo havendo outras concorrências. Em um dos casos, a diretoria de uma empresa que não ganhou a licitação, chegou a levar uma denúncia para a, então presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here