O Oscar é certamente uma das cerimônias mais esperadas no mundo do entretenimento todos os anos. Sempre recheada de surpresas, já passou por muitas polêmicas. Para vocês terem uma ideia, a edição de 2016 foi muito criticada por não terem atores negros indicados, mesmo com a presença de filmes muito bons.

Mas a edição de 2018 redimiu a vergonha de algumas edições anteriores e certamente ficará conhecido como o Oscar da Diversidade. E isso não é apenas porque atores negros foram premiados, mas porque houve diversidade nos filmes vencedores. Geralmente é uma única produção a ganhar inúmeras estatuetas, dessa vez a premiação ficou bem dividida.

O destaque vai para “A forma da Água” que já indicamos aqui, que ganhou como Melhor Filme, Melhor Diretor (Guilherme Del Toro), Melhor Design de Produção e Melhor Trilha Sonora.

Outro destaque foi “Dunkirk”, um dos únicos filmes da atual geração que não há um protagonista específico. Ele recebeu as estatuetas de: Melhor Edição, Melhor Mixagem de Som e Melhor Edição de Som.

Quem também recebeu honra, foi Jordan Peele, que se tornou o primeiro negro a ganhar o Oscar de Roteiro Original, por “Corra!’.

Confira aqui a lista completa dos vencedores:

Melhor Filme: “A forma da Água”.

Melhor Diretor: Guilherme del Toro (“A forma da Água”).

Melhor Ator: Gary Oldman (“O destino de uma Nação”).

Melhor Atriz: Frances McDormand (“Três anúncios para um crime”).

Melhor Roteiro Adaptado: “Me chame pelo seu nome”.

Melhor Roteiro Original: “Corra!”.

Melhor Ator Coadjuvante: Sam Rockwell (“Três anúncios para um crime”).

Melhor Atriz Coadjuvante: Allison Janney (“Eu, Tonya”).

Melhor Filme em Língua Estrangeira: “Uma Mulher Fantástica” (Chile).

Melhor Design de Produção: “A forma da água”.

Melhor Fotografia: “Blade Runner 2049” (Roger Deakins).

Melhor Figurino: “Trama Fantasma”

Melhor Canção: “Remember me” (“Viva – A vida é uma festa”)

Melhor Edição: “Dunkirk”.

Melhor Mixagem de Som: “Dunkirk”.

Melhor Edição de Som: “Dunkirk”.

Melhor Animação: “Viva: A vida é uma festa”.

Melhor Curta de Animação: “Dear Basketball”.

Melhor curta: “A forma da água”.

Melhor documentário: “Ícaro”.

Melhor documentário em curta-metragem: “Heaven is a traffic jam on the 405”.

Melhor maquiagem e cabelo: “O destino de uma nação”.

Melhores efeitos visuais: “Blade Runner 2049”.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here